MAÇONARIA: Tem seu fundamento na crença da existência de um criador do Universo, DEUS, o Grande Arquiteto do Universo

MAÇONARIA: Tem seu fundamento na crença da existência de um criador do Universo, DEUS, o Grande Arquiteto do Universo. Tem ainda como regra a lei natural; como causa, a busca da VERDADE, da LIBERDADE, baseadas na LEI MORAL; como principio, a LIBERDADE, a IGUALDADE e a FRATERNIDADE, a CARIDADE; como frutos, a VIRTUDE, a SOCIABILIDADE e o PROGRESSO; por fim, a FELICIDADE, a PAZ e a CONCÓRDIA para a humanidade.

    Assim, pois, os maçons devem ser homens bons, leais, honrados e probos, quaisquer que sejam suas crenças e convicções, tratar por igual todos os homens, sem distinção de classe, raça, cor ou credo; combater pela instrução a ambição, o orgulho, o preconceito e o erro; lutar contra a ignorância, a mentira, o fanatismo e a superstição; deplorar os que erram, esforçando-se por reconduzi-los ao caminho certo.

 

         Feito este pequeno resumo dos verdadeiros fundamentos da ideologia maçônica, como todos puderam sentir pela abertura dos nossos trabalhos, queremos iniciando esta cerimônia, agradecer ao VM pela confiança em mim depositada para conduzir esta homenagem que a Loja presta, de uma maneira justa e perfeita, a estes 4 irmãos que completam 30 anos de vida ativa dentro da Maçonaria.

 

         grãomestre Trago um abraço fraterno do nosso Grão Mestre, Ir.´. José Mattos Silva, que gostaria imensamente de estar presente neste ato, mas que por motivos imperiosos, não pode vir, porém me solicitou que falasse em seu nome e dissesse da sua alegria por esta comemoração e deixasse também a sua homenagem a estes poderosos irmãos com um abraço todo especial, pois todos eles são de sua amizade e ele conhece bem o trabalho que fizeram, e continuam fazendo, não só pelo Grande Oriente Paulista, mas também pela LUZ DE BRODOWSKI e pela maçonaria de um modo em geral.

 

         DeMolay
Porém, eu não poderia iniciar esta homenagem, sem fazer uma outra, com a permissão do nosso VM e dos demais irmãos. No último sábado, dia 19 de abril, lembramos, não com tristeza, mas com saudade, o aniversário de 12 anos de falecimento do saudoso e querido Ir.´. OSWALDO GARAVINI, que estaria certamente completando 28 anos de maçonaria, e que junto com estes 4 irmãos homenageados hoje, e com o nosso Ir.´. José Luiz Carreira, aqui presente, também com 28 anos de vida maçônica, e mais José Marcos Passos Valente, que hoje está desligado da Ordem Maçônica, ajudou sobremaneira que a Loja Luz de Brodowski fosse novamente, em 27 de junho de 1.983, reerguida e continuasse a sua missão na busca desse aperfeiçoamento moral e social de todos os nossos irmãos. O Ir.´. Garavini foi VM no biênio 1988/1990, e é um irmão a quem eu, particularmente, devo muito, pois foi ele, que quando eu tendo atingido o Gr.´. 3, ainda com pouca experiência, mas com muita vontade e dedicação, confiou-me um cargo muito importante dentro da administração de uma Loja Maçônica, o de Orador, e foi então a partir daí, que cada vez mais, fui estudando e crescendo, com a ajuda dos demais irmãos, nesta Loja tão querida. Por isso, quero deixar neste 12º aniversário de seu falecimento, lembrando aquele triste 19 de abril de 1.991,  não só a minha homenagem, mas tenho certeza, a homenagem de toda a Loja Luz de Brodowski e do Grande Oriente Paulista, com a convicção de que jamais esqueceremos tudo que ele, Oswaldo Garavini, nos deixou através de sua amizade, de seu trabalho e de seu desprendimento e pedir aos queridos irmãos e família maçônica que, esta noite, quando chegarmos em nossas casas, após este dia de trabalho e desta noite de homenagem, façamos uma prece ao GADU para que continue iluminando a alma deste inesquecível irmão, que certamente hoje, em espírito, está aqui conosco, participando desta alegria pela homenagem àqueles que, junto com ele, deram brilho novamente á LUZ DE BRODOWSKI.

 

 

 

         portinari
Meus irmãos, cunhadas e convidados, BRODOWSKI é certamente uma cidade privilegiada, conhecida em todos os rincões deste nosso planeta, pelos seus filhos ilustres que levam o seu nome, a sua cultura, a sua arte, a sua hospitalidade, a sua poesia, a sua música por este mundo afora. Podemos citar, por exemplo, CANDIDO PORTINARI, que inclusive em sua infância chegou a estudar numa escola implantada neste espaço físico que hoje ocupamos, quando a Loja estava adormecida, e  que neste ano de 2003 o seu centenário de nascimento, está sendo comemorado em todo o Brasil, e aqui em Brodowski, não só as nossas autoridades, não só o Museu Casa de Portinari, reverencia esta data, como temos em plena atividade, a SOCIEDADE AMIGOS DO MUSEU PORTINARI, que tem como Presidente, um irmão do nosso quadro, Ir.´. José Antonio Lanchoti e alguns irmãos que fazem parte da diretoria dessa associação. Lembramos também do Dr. SAULO RAMOS, poeta do café, ex-ministro da Justiça do Governo Federal, e autor da letra do Hino a Ribeirão Preto, cidade de grande destaque no cenário nacional e internacional, e ter um brodowskiano sendo o autor do hino a tão importante cidade é um orgulho para todos nós. Lembramos também de JOAQUIM SEGHETO JÚNIOR, poeta e autor da letra do HINO A BRODOWSKI, junto com JOÃO ALBARELLO, autor da música, e de tantas outras poesias e músicas que tanto traduzem a importância que tiveram para a nossa querida Brodowski.

 

         Entre outros brodowskianos, não tão conhecidos nacionalmente, mas de igual importância para a cidade, vamos lembrar do nosso saudoso Ir.´. ANGELO TORNATORE.

 

 E quem não se lembra dele, como cidadão, como esportista como pessoa sempre atuante em nossa comunidade?  ANGELO TORNATORE foi fazer a sua profissional na vizinha cidade de FRANCA, e lá tendo se radicado, mercê de sua honestidade, de seu trabalho, ingressou na maçonaria através da Loja Maçônica Independência III, onde galgou os mais importantes cargos, inclusive sendo, durante muitos anos, delegado do Grão Mestrado em nossa região. Foi inclusive um dos lutadores para que a Loja Luz de Brodowski 072, então desativada, não perdesse a posse deste terreno e desta propriedade que hoje a Loja possui.

 

 

 

         Nos anos 70 e 80, ANGELO TORNATORE sentiu a importância e a necessidade de BRODOWSKI ter novamente a sua Loja Maçônica e iniciou um trabalho de garimpagem de pessoas de bem para tal, e encontrou aqui várias pessoas, entre elas, AMANDO FABBRI, AYLTON RONALDO DA SILVEIRA, JOSÉ PRIMO PUGNOLLI JÚNIOR, sendo em 28 de abril de 1973, padrinhos de todos eles, através da LOJA MAÇONICA WASHINGTON LUIZ, de BATATAIS, tendo ao seu lado também, o então venerável EDGAR PEREIRA DOS SANTOS, que foi o padrinho do Ir.´. JOSÉ GERALDO FARIA DE CASTRO.

 

 

         phylantropia luz E foram então, esses irmãos, fazendo a sua vida maçônica em Batatais, onde junto com outros, como já citamos, José Luiz Carreira e José Marcos Passos Valente, os responsáveis pelo reerguimento das colunas da nossa LUZ DE BRODOWSKI, onde tiveram também a participação e ajuda de irmãos que hoje ainda integram a PHYLANTROPIA DE BATATAIS, como ANTONIO TOLOI, FRANCISCO GIMENES RODRIGUES, WILSON ARANTES e SEBASTIÃO SÉRGIO DA COSTA, além de outros que hoje integram o quadro da WASHINGTON LUIZ I, de Batatais. Outros brodowskianos também foram iniciados em Batatais, porém não levaram adiante o ideal maçônico, e para nossa felicidade estes 6 irmãos, tendo o exemplo de ANGELO TORNATORE abraçaram este ideal e hoje, 4 deles ainda em nosso meio maçônico, 3 aqui conosco, e o Ir.´. José Geraldo na ARLS PHYLANTROPIA DE BATATAIS,  nos dão essa oportunidade, de 30 anos após, sendo 20 anos dedicados á LUZ DE BRODOWSKI, fazermos esta comemoração e esta homenagem tão justa a eles. Por isso, fica também, a homenagem da nossa Loja e do Grande Oriente Paulista, ao saudoso e querido Ir.´. ANGELO TORNATORE.

 

         No, entretanto, para que estes 4 irmãos pudessem aqui hoje estarem comemorando 30 anos de vida ativa na Maçonaria, eles não precisaram somente do nosso Ir.´. TORNATORE.

Eles precisaram, e felizmente tiveram, ao seu lado, as suas esposas que souberam entender todo a importância desse ideal, e com muita dedicação, espírito de renúncia, tolerância e amor, proporcionaram a eles, a condição de viverem intensamente a vida maçônica. E a MAÇONARIA, de uma maneira justa e humana, mesmo não tendo mulheres em seu quadro associativo, presta a maior devoção, a maior consideração, o maior respeito, o maior amor a elas, e praticamente exige de nós, seus adeptos, que sejamos merecedores desse respeito feminino e tenhamos o dever de respeitar e de sermos dignos, através de nosso afeto, de nossa fidelidade, de todo esse carinho que elas nos dedicam. Por isso, antes de homenagearmos os irmãos, queremos deixar a elas, WALDEREZ, OLÁVIA, LUCIA e MARIA ROSA, as nossas homenagens, a homenagem da LUZ DE BRODOWSKI, do GRANDE ORIENTE PAULISTA e de toda a Ordem Maçônica, e também na pessoa delas, estendermos esta homenagem a todas as nossas cunhadas, e com a permissão de vocês todos, também à minha esposa Tarcília, pois eu, assim como os 4 irmãos homenageados, tenho nela, uma pessoa sensata, que compreende e aceita este meu ideal maçônico e me dá condições para eu possa, a exemplo deles, sem prejudicar a vida familiar e profissional, ser um irmão ativo e participante dentro da maçonaria.

         DeMolay Sem elas, e sem essa compreensão, talvez, posso afirmar certamente, os irmãos Amando, José Primo, Aylton e José Geraldo, não estivessem aqui hoje, vivendo esta alegria e recebendo de todos nós o agradecimento por tudo que vocês representam para a LUZ DE BRODOWSKI. Então, deixamos a cada uma de vocês, uma homenagem sincera e pura, traduzida em flores que simbolizam não só a beleza da vida, mas todo o nosso carinho, amor e respeito.

 

         Peço á cunhada Sonia, que representando a minha esposa Tarcília, com permissão do nosso Venerável e das demais cunhadas, que entregue à Maria Rosa, esposa do Ir.´. José Geraldo, este ramalhete de flores. E justifico o porque da Tarcília homenagear, em nosso nome, a Maria Rosa. Em sua juventude, e lá se vão mais de 35 anos, ambas trabalharam juntas em uma empresa de Batatais, e vem mantendo ao longo de suas existências, uma amizade, às vezes prejudicada pela distância, embora pequena, e pela luta diária, mas reforçada sempre através do amor e da consideração.

 

         Peço à ANDREIA, esposa do nosso Venerável, Ir.´. Humberto,  que homenageie a cunhada WALDEREZ, esposa do Ir.´. Amando.

 

         Peço à cunhada FILOMENA, esposa do nosso Secretário, Ir.´. José Orestes, que homenageie a cunhada LÚCIA, esposa do nosso Ir.´. Aylton.

 

         Peço à cunhada Haruko (D.Wanda), esposa do nosso Ir.´. Toshio Furukawa, que entregue á cunhada OLÁVIA esta nossa homenagem.

 

         Queridas cunhadas LÚCIA, MARIA ROSA, OLÁVIA e  WALDEREZ, recebam de coração, de todos nós, este nosso reconhecimento público e esta nossa homenagem.

 

         E ai, meus irmãos, vamos então, falar dos nossos quatro homenageados e através do exemplo,da dedicação e do trabalho de cada um, buscarmos, eu e os meus irmãos de nossa Loja, motivação e inspiração para que possamos seguir os seus exemplos e alcançarmos quem sabe, um dia, aquilo que a Ordem Maçônica espera de nós.

 

Peço ao nosso Orador, Ir.´. Roberto, que faça a leitura de um resumo do currículo maçônico do nosso Ir.´. José Geraldo, que por ter sido iniciado no dia 27 de abril de 1.973, tem um dia a mais de maçonaria do que os nossos outros homenageados.

 

         Como percebemos, falar o que do Ir.´. José Geraldo? Uma vida inteira dedicada à nossa ordem e só podemos, agradecendo tudo isto, pedir ao nosso Ir.´. Antonio Carlos Furlan, M.´. I.´., que entregue em nome da Loja Luz de Brodowski 072, um certificado de reconhecimento, e em nome do GRANDE ORIENTE PAULISTA e da 42a. Região Maçônica, um certificado de Honra ao Mérito e de uma medalha, especialmente enviada pelo nosso Grão Mestre, Ir.´. José Mattos Silva, e que é uma das maiores honrarias do nosso Grão Mestrado àqueles irmãos que se destacam, pelo trabalho e pelo estudo, à Ordem Maçônica e ao GOP.

 

         Peço agora ao nosso Ir.´. Orador que faça a leitura do currículo maçônico do Ir.´. AYLTON RONALDO DA SILVEIRA, e todos poderão perceber, que como bom mineiro, de maneira discreta e responsável, é um maçom na acepção da palavra. 

 

         Peço ao nosso Ir.´. Humberto Carlos de Oliveira, Venerável, que por uma feliz coincidência, é afilhado maçônico deste irmão homenageado, que entregue ao Ir.´. AYLTON RONALDO DA SILVEIRA, este mesmo certificado da LUZ DE BRODOWSKI e das honrarias do GRANDE ORIENTE PAULISTA. 

 

         Peço ao Ir.´. Orador que faça a leitura do currículo do Ir.´. JOSÉ PRIMO PUGNOLI JÚNIOR, um irmão dos mais queridos dentro da Loja, e que ao lado de seu trabalho maçônico, também sempre deu o seu trabalho material, como construtor, na construção e nas reformas feitas ao longo do tempo em nosso patrimônio.

 

         Agora, solicito ao Ir.´. Joacyr Borges de Oliveira, Deputado da ARLS Luz de Brodowski junto à Pod.´. Assemb.´. Leg.´. do GOP,  que lhe entregue a mesma homenagem da LUZ DE BRODOWSKI e do GRANDE ORIENTE PAULISTA.

         DeMolay E por fim, de uma maneira propositada, encerrando estas nossas homenagens, deixamos para o final o Ir.´. AMANDO FABBRI, talvez o responsável por tudo que está acontecendo aqui  hoje e por tudo que a maçonaria proporciona em Brodowski aos seus membros e tudo aquilo, que através da beneficência e do trabalho desinteressado em prol da coletividade e da cidade, a LUZ faz pelo nosso povo e pela nossa cidade. E nesta homenagem vai também o nosso agradecimento à família FABBRI, uma das grandes baluartes da maçonaria local, pois foi através de seu avô, Natale Fabbri, iniciado em meados de 1896, na ARLS Caridade Universal, em Batatais, foi um dos fundadores de nossa Loja no dia 01 de março de 1.900. Depois o seu pai, Ir.´. ANTONIO FABBRI, lowton já com 12 anos, em 1904, foi iniciado na LOJA MAÇONICA ESTRELLA D´OESTE, em Ribeirão Preto, em 15 de setembro de 1.930, que teve um irmão, JOSÉ FABBRI, tio do Ir.´. AMANDO, iniciado também em 1930, na mesma Loja Estrella D´Oeste, e que infelizmente faleceu prematuramente. Depois de iniciado, em 1973, o Ir.´. Amando trouxe para a maçonaria, em 1992, o seu irmão ANTONIO JOSÉ, atual prefeito de Brodowski, o seu filho HUMBERTO, em 1995, o seu genro, Ir.´. Valdir Roberto Garcia, também em 1995, e mais outros irmãos da FAMILIA FABBRI, FAUSTO e ENCIO completam estas quatro gerações FABBRI  dentro da maçonaria.

 

         Peço então ao nosso Orador que faça a leitura do currículo do Ir.´. AMANDO FABBRI.

 

 

         Como podemos perceber, o Ir.´. Amando é merecedor das nossas palavras, da homenagem que está sendo-lhe prestada, e peço ao seu filho, seu irmão maçom, Ir.´. HUMBERTO FABBRI, que seguindo esta mesma trajetória de dedicação e responsabilidade, e que antes de ser maçom, foi DeMolay, sendo inclusive Mestre Conselheiro do Capítulo Estrella D´Oeste, de Ribeirão Preto, em 1990, que em nome da LUZ DE BRODOWSKI e em nome do GRANDE ORIENTE PAULISTA entregue a ele, seu pai e irmão maçom, estes mimos que ele merece e que nos oferece a alegria de, após estes 30 anos de maçonaria, de 20 anos de LUZ DE BRODOWSKI, conviver com  ele, tendo a satisfação de  colher tudo aquilo que ele plantou, junto com os demais irmãos, em nome da  LIBERDADE, da FRATERNIDADE e da IGUALDADE.

 


        

A homenagem que lhe prestamos hoje , representando a LOJA MAÇONICA LUZ DE BRODOWSKI e também o GRANDE ORIENTE PAULISTA está chegando ao seu final.

     gop gop Tenham a certeza de que na simplicidade desta homenagem está inserida toda a gratidão, todo o reconhecimento que nós, maçons de suas Lojas, LUZ DE BRODOWSKI E PHYLANTROPIA DE BATATAIS, dedicamos a vocês.

        

Aquilo que a Maçonaria esperava de vocês, vocês fizeram. Aquilo que a Maçonaria espera de vocês, temos a certeza de que vocês farão. Que vocês continuem lutando e sendo, como sempre fizeram e foram, verdadeiros MAÇONS.

        

 

O maçom que acredita em seus ideais, que luta pelos seus princípios, que vê na simbologia de nossa alegoria a missão a ser cumprida para a lapidação do ser humano e a busca de um mundo melhor, sem preconceito, sem vaidade, sem violência, sem guerras,  sabendo cultuar e ajudar o GRANDE UNIVERSO DO UNIVERSO na construção de um mundo melhor. Não basta apenas pedir para que isto aconteça.

Temos que fazer a nossa parte para que isto aconteça e para que possamos desfrutar de um mundo melhor e deixar para os nossos filhos e para a geração vindoura, um mundo melhor de mais LUZ para clarear a vida de todos os nossos semelhantes, de mais PHYLANTROPIA para ajudarmos quem de nós necessita, de mais COMPROMISSO com a verdade, com a justiça, e através da UNIÃO de todos esses preceitos básicos na vida de qualquer cidadão de bem, sentirmos o brilho da ESTRELLA que nos orienta e que em nossa CONSCIENCIA faz brotar a fraternidade humana e para que possamos realmente alcançar aquilo que parece inatingível, que é o aperfeiçoamento moral, social e cultural do gênero humano, mas que um dia poderá ser alcançado através da pratica constante destas virtudes que devem ser inerentes a qualquer cidadão, seja maçom ou não, e que são muito sentidas por todos aqueles que sabem entender toda a beleza da simbologia maçônica.

 

         E isto, meus irmãos, percebemos que vocês ao longo destes 30 anos maçônicos, praticaram, viveram e pregaram.

         SEJAM FELIZES, continuem sendo assíduos em nossos trabalhos, continuem sendo praticantes destas virtudes que nos fazem SERES HUMANOS e continuem sendo BONS MAÇONS, BONS MARIDOS, BONS PAIS, BONS IRMÃOS, BONS COMPANHEIROS.

 

         E encerro, com um MUITO OBRIGADO da 42a. Região Maçônica, do nosso Sob.´. Grão Mestre do GOP, Ir.´. José Mattos Silva, extensivo a todos os presentes, especialmente os irmãos de outras Lojas oriundos do GOSP/GOB e GLESP, com as quais mantemos estreita convivência,   deixando para todos nós, maçons da LUZ DE BRODOWSKI uma frase que está marcada para sempre na história de nossa Loja, tirada de um bilhete deixado pelo saudoso Ir.´. JOSÉ LUIZ SELEGHIM, em 1996, DeMolayjá bastante debilitado pela doença que o vitimou e que para nós traduz o que é ser maçom, o que é ser membro da LUZ DE BRODOWSKI : “ Irmãos, a minha saudade de vocês é enorme, mas sinto-me cada vez mais convencido que dentro desta loja existe verdadeiros maçons, porque o verdadeiro maçom é aquele que não é só  reconhecido, mas sim aquele que pratica no seu dia a dia, os nossos ensinamentos. Que o CRIADOR os proteja.  Um tríplice e fraternal abraço. ( Ir.´. José Luiz Seleghim – 11/09/1949 – 02/01/1997 )


Obs.: Estiveram representadas as Lojas : PHYLANTROPIA DE BATATAIS, COMPROMISSO DE UNIÃO (Brodowski) ESTRELLA DO RIO PARDO (Jardinópolis), MAESTRO HERVE CORDOVIL ( Ribeirão Preto ), CONSCIENCIA E UNIÃO (Ribeirão Preto) e mais 56 convidados (entre eles: LIONS, ROTARY, PREFEITO MUNICIPAL, CAMARA MUNICIPAL e escolas locais )

Ir.´. Antonio Douglas Zapolla

douglas

Delegado da 42ª. Região Maçônica

Brodowski-SP, 23 de abril de 2.003

Sessão Magna Branca de homenagem aos Irmãos AMANDO FABBRI, AYLTON RONALDO DA SILVEIRA, JOSÉ GERALDO FARIA DE CASTRO e JOSÉ PRIMO PUGNOLI JÚNIOR pelos 30 anos de vida maçônica, realizada no dia 23 de abril de 2.003
Ausentes: CARLOS EDUARDO DE OLIVEIRA, CARLOS GAETA FILHO, FAUSTO ERVAS FABBRI, JOSÉ ANTONIO LANCHOTI, MARCUS ORLANDO ARANTES CARVALHO E PÉRSIO PADOVAN