ÁUREA BEATRIZ ZAPOLLA

ÁUREA BEATRIZ ZAPOLLA

 

ÁUREA BEATRIZ ZAPOLLA, a caçula da família Zapolla, nasceu no dia 25 de abril de 1.952.

Sempre estudou em escolas públicas, tendo cursado o equivalente ao ensino fundamental no Grupo Escolar Tiradentes e no Ginásio Estadual Cel. José Aleixo da Silva Passos, em Brodowski, e o curso científico no Instituto Estadual Sílvio de Almeida em Batatais.

Nesse período sempre se destacou com uma das melhores alunas em várias disciplinas, resultado de sua apaixonada busca por conhecimentos. Em 1972, com o incentivo da irmã Vera e o apoio de seus pais e irmãos, ingressou na Universidade Estadual de Campinas, onde concluiu a graduação (1976) e a pós-graduação em Engenharia de Alimentos com ênfase em Ciências e Tecnologia de Alimentos, atuando principalmente nos seguintes temas: pães, biscoitos e massas alimentícias funcionais e/ou para fins específicos.

. Após alguns anos de atividade ligada à pesquisa e educação, passou a integrar o corpo docente do hoje Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos. Além de ministrar aulas no curso de Engenharia de Alimentos, orienta projetos de desenvolvimento de produtos de panificação que agreguem novos valores nutricionais e/ou funcionais, visando o benefício da saúde de consumidores com as mais diversas necessidades. É uma professora freqüentemente homenageada em formaturas em virtude da dedicação e companheirismo que dispensa aos seus alunos.

Reside em Campinas-SP no Parque Xangrilá desde 1.976 com a colega de estudos, Ana Clara, médica da Unicamp, a qual se tornou mais um membro da família, mais uma “filha” do casal José e Isaura.

Como comprovam as fotos, Áurea e Ana tinham um amor todo especial a seus pais e constantemente, em suas viagens de férias faziam questão de levá-los, o que proporcionava aos dois uma imensa alegria. Quantos passeios em Ubatuba, Campos do Jordão, Guarujá, Holambra, Santos e Campinas. Em 1979 essas viagens já haviam sido iniciadas “a bordo” do Godot, o querido fusquinha 69 que, às vezes, insistia em deixá-las paradas nas estradas. Mas como curtiam.

A grande paixão da vida de ambas foram sempre os cães, especialmente os da raça beagles, tendo criado dezenas deles e com os quais passeiam sempre pelo Parque Xangrilá. Hoje possuem apenas 1 (o ANGEL ROY) que é o “xerifão” do pedaço, e que ganhou a companhia do PINDUCA (srd), que foi levado por ela de Brodowski, com a permissão da mãe, o que praticamente lhe salvou a vida, após operação especializada que seria praticamente impossível em Brodowski.

E como duas paladinas, ambas vão levando a vida, com grande conceito profissional, tanto em Campinas como em Barretos, e constantemente viajando por este Brasil afora, viagens que já teve inclusive a presença da D. Isaura em várias.

Só que ambas não se esquecem da querida Brodowski e sempre aqui estavam e continuaram vindo, pois afinal de constas este rincão faz parte delas.

Infelizmente, temos o dever doloroso de registrar que no dia 23 de maio de 2.018, uma triste quarta feira, em CAMPINAS-SP, no conjunto SHANGRILA, a querida, amada AUREA BEATRIZ ZAPOLLA, a Aurinha, a Baixinha como carinhosamente a chamavamos, nos deixou e foi morar no céu, ao lado de Deus, o Grande Arquiteto do Universo, e ficando uma tristeza, uma saudade imensa, que o tempo não irá apagar. Sua figura, seu rosto angelical e sua alegria (amor pelo proximo, pelos cães, pelos bichos, pelas flores, pela natureza, pelas viagens, pelo mundo e pela familia, JAMAIS será esquecida e terá sempre um lugar especial no coração de todos da familia ZAPOLLA, de seus colegas da escola, de seu relacionamento. UMA LACUNA IMPREENCHIVEL.

 


CLIQUE E VEJA AS FOTOS DESTE CAPÍTULO


. .
Desenvolvimento de sites
Desenvolvimento de sites